cabecario

Entrar

Atualizado 1:33 PM, 10/13/2019

Comenda Monsenhor Moraes 2019

17a. Festa do Reencontro da AFAI

Série : Biografias dos Homenageados

Comenda Monsenhor Moraes - Valdemar Ferreira de Carvalho

Valdemar Ferreira de Carvalho, nasceu em 02 de agosto de 1920, naquele mesmo ano e naquele mesmo mês, Ipu, sua Terra Natal, completaria 80 anos de emancipação política.

Era filho de Job Ferreira de Carvalho e Delfina Ferreira de Santana, sendo o segundo de uma prole de 04 filhos.

Em 17 de outubro de 1941, aos 21 anos de idade, casou-se com Altair Bezerra de Carvalho, mulher de fibra e espiritualidade forte, com quem teve 16 filhos, sendo 2 natimortos e 2 in memoriam.

Ainda na década de 50, começou sua vida trabalhando numa pequena funilaria, fabricando lamparinas a querosene, baldes, canecas, além de soldas em utensílios de flandres. Após anos incansáveis de trabalho árduo, tornou-se proprietário de uma oficina de fundição, localizada neste bairro, Canudos, onde se fabricavam alambiques, tachos, cadeiras e moendas usados no processo de fabricação de aguardente e de rapadura, além de chapa de fogão à lenha.

Foi o pioneiro no uso da solda elétrica e nos trabalhos realizados em torno mecânico na cidade de Ipu. Iniciou a habitação dos bairros Reino de França e Canudos, construindo diversos imóveis residenciais.

E quem daquela época não lembra da famosa piscina em uma de suas propriedades no sítio São João?! Era o ponto de lazer do povo ipuense. Fez parte da Sociedade de Proteção a Maternidade e a Infância de Ipu, pertenceu aos quadros sociais do Grêmio Recreativo Ipuense e da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB).Seu trabalho na época, oportunizou o sustento de muitas famílias, com empregos e utensílios que oferecia. Contribuiu efetivamente para o desenvolvimento socioeconômico de Ipu, com suas habilidades, sua honestidade, e sobretudo seu trabalho.

12 são seus filhos, ou poderíamos dizer seus Franciscos e suas Franciscas, nomes dados a cada um, como uma expressão de sua dedicada e admirável devoção a São Francisco, santo ao qual rendia graças fazendo ainda anualmente uma romaria a Canindé, e dela era um dever de toda a família participar. Como sua neta, ainda lembro, com nostalgia, do aconchego daquelas viagens, que eram regadas de muita paçoca, banana, wolguinha e muito amor. Na igreja do distrito da Várzea do Giló, ainda se encontra a imagem de São Francisco, doada pelo vovô Valdemar.

Aos 16 dias do mês de dezembro de 1989, com apenas 69 anos de idade, após saborear a sua deliciosa carne de sol com leite e farinha, um ataque cardíaco fulminante o levou para sua morada eterna, com certeza acompanhado de São Francisco e anjos celestiais, para estar junto ao Pai do Céu.Sentimos muita saudade, do seu sono reparador sentado numa cadeira, das suas risadas acompanhadas sempre de palmas, dos almoços com muita fartura para reunir toda a família, das suas chegadas de suas propriedades nos trazendo frutas fresquinhas, da companhia e da segurança que sua presença nos transmitia.

Se o Ipu ganhou tendo um filho exemplar, de honra, humilde e trabalhador, nós ganhamos mais ainda, por termos um patriarca do seu moral como referência.

Somos muitos, uma família que se intitula um “famião” e não é à toa. Valdemar Ferreira de Carvalho deixou também para o Ipu, cidadãos de bem. E com dignidade, tentamos preservar seu exemplo, com nossos corações inflamados de orgulho, cada vez que se toca no seu nome.

Com a consciência de que estamos numa passagem aqui na Terra, e que ainda o temos olhando por nós, e praticamos o que nos ensinou, cada um da sua maneira... uns continuam com a romaria a Canindé, uns almoçam com a família reunida ao redor da mesa, a bênção continua a ser pedida, sua oficina continua funcionando, ainda há quem coma o seu leite com farinha e carne de sol, sempre que podemos nos reunimos para comemorarmos alguma data, a fé continua presente em nossas vidas, e a lição mais preciosa: é o trabalho que norteia nossa caminhada.

É motivo de orgulho, para a família Carvalho, o reconhecimento dos membros da Associação dos Filhos e Amigos de Ipu pela memória do nosso Valdemar, são exemplos assim que devem perpetuar na história desta terra, afinal, somos descendentes das tribos tabajaras, povo guerreiro, trabalhador e cheio de esperança, assim como era meu avô.O nosso muito obrigado!!!

Autora da Biografia: Netinha Lisboa - neta de Valdemar Ferreira de Carvalho

TEMPO

Parcialmente nublado

27°C

Ipu

Parcialmente nublado

Umidade: 66%

Vento 24.14 km/h

  • Tempestades
    03 Janeiro 2019 31°C 21°C
  • Tempestades
    04 Janeiro 2019 30°C 21°C

Cadastre-se para receber Newsletter

Seja nosso filiado

Seja nosso filiadoClique no Botão e Filie-se

A Associação dos Filhos e Amigos do Ipu – AFAI, fundada em 31 de Julho de 2002, é uma das principais vozes em prol do município do Ipu e da comunidade ipuense, visa a preservação do seu patrimônio histórico, cultural e ambiental, bem como a minimização e/ou solução dos seus diversos problemas, especialmente junto aos mais carentes;